sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Como cuidar melhor de suas roupas - Parte III

A série "Como cuidar melhor de suas roupas" está de volta. Tem quase um mês que postei algumas dicas de lavagem e também as "traduções" daquelas imagens que vêm nas estiquetas, lembram? Agora, ainda com base no folder super informativo da Zara, hoje vamos conhecer um pouco das caraterísticas dos tecidos e como lidas com eles na hora de limpar nossas roupas.

Tecidos Naturais: lã. algodão, linho e seda.

1. LÃ
Não deve ser lavada em água muito quente, pois encolhe em altas temperaturas. Também não deve ser pendurada ao secar para que deforme. A lã é um bom isolante térmico, com grande poder de absorção e grande capacidade de recuperação, as tende a enrijecer e amarelar com o tempo.

2. ALGODÃO

Também encolhe se lavado em altas temperaturas, mas resiste bem ao ferro. Se a roupa for colorida, é melhor que a primeira lavagem seja separada de outras roupas. As vantagens desse tecido é que fresco, flexível e resistente, mas não retem bem as cores e tende a amassar com facilidade.

3. LINHO
Deve ser lavado sempre à mão, nunca centrifugado ou lavado em alta temperatura, mas resiste bem ao ferro. Também é um tecido fresco e agradável. Além disso resiste bem á sujeiro, no entanto, tem como desvantagem a facilidade em amassar.

4. SEDA
A peça de seda também
nunca deve ser centrifugada ou lavada em alta temperatura e também não deve ser esfregada. Se tiver grandes manchas, é recomendável enviar para uma lavagem profissional. Para passar, o ferro deve estar em baixa temperatura, nunca passar à vapor. É um tecido muito sensível ao suor.

Tecidos artificiais

1. ACETATO, RAYON E VISCOSE.
Não devem ser centrifugados para evistar que deformem. São tecidos de toque macio e fixam bem as cores, no entanto, têm baixa resistência à umidade, queimam com facilidade e concentram eletricidade estática.

Tecidos sintéticos

1. POLIÉSTER, NYLON E LYCRA
São altamente sensíveis ao calor e, portanto, devem ser lavados em água morna e passados à baixa temperatura e sem vapor.

Lembrando que essas instruções são para tecidos puros. Quando houver mistura de tecidos, é preciso observar o porcentual de cada material na roupa e aplicar um tratamento combinado.


Como saber de que sua roupa é feita? A etiqueta interna deve indicar. Sempre verificar ao comprar a peça, e se por qualquer motivo, decidir arrancar a etiqueta, dê um jeito de guardar a informação. Para alguns tecidos, e fundamental saber como cuidar porque qualquer deslize pode estragar a roupa.


3 COMENTÁRIOS:

Princesa Bazar disse...

Eu adoro essas dicas de como cuidar das roupas.
Um dia fui passar uma calça novinha e o ferro estava muito quente, imagina o que aconteceu... perdi a calça, foi pro lixo :( o pior de tudo é que ainda estava pagando. Cheguei a chorar de tanta raiva, uma por ter perdido uma calça lindíssima e que não tin ha mais na loja para vender e outra por ter jogado o meu dinheiro no lixo. Por isso hoje eu cuuuiiiiddddooo demaisssssssss de cada peça, tanto no lavar, como no passar, no usar, no guardar, no pendurar...hehehe etc

Isabela disse...

Eu tb! Depois que eu passei a prestar atenção nas etiquetas eu comecei a cuidar mais das minhas roupas. Tem coisas que eu nem deixo a empregada lavar, levo na lavanderia pq a chance de estragar é bem menor né. Principalmente tecidos delicados e peças que foram caras.
bjoo!

Ursula C. Amaro disse...

Lindinha tenho um selinho p/ vc, beijos Úrsula beijos


http://bazardonaborboleta.blogspot.com

Related Posts with Thumbnails
Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo
eXTReMe Tracker

  ©Vitrine Virtual - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo